Acolhimento de refugiados da Venezuela é colocado em Pauta na Câmara

por Comunicação CMMTA — publicado 23/10/2019 18h33, última modificação 23/10/2019 18h33
Colaboradores: Natan Batista
A Câmara aprovou na última sexta-feira (18), em Sessões Extraordinárias, o Projeto de Lei N º 033/2019, que Dispõe sobre a abertura de Crédito Adicional Especial no Orçamento do Exercício do exercício de 2019 por anulação e dá outras providências.

Em 13 de Agosto deste ano o município recebeu e passou a abrigar um grupo de famílias indígenas refugiadas da Venezuela, totalizando 46 pessoas agora. Sem moradia e dinheiro para se instalarem, passaram a buscar por assistência.

Uma comissão de vereadores, formada pela Presidente da Câmara, France Vasconcelos, vereadores Vavá Pinto, Leonardo Albarado e Aldenor Coutinho, visitaram o logradouro onde se encontram as famílias para verificar suas condições e necessidades. Após verificação e relatório, na manhã de 18 de outubro, foram feitas duas Sessões Extraordinárias para aprovação do Projeto de Lei Nº 033/2019, que versa sobre crédito adicional que será destinado à manutenção do Abrigo Municipal, Acolhimento às Famílias de Refugiados, e Manutenção da Secretaria de Trabalho e Inclusão Social, totalizando R$300.000,00 (Trezentos Mil) para o acolhimento das famílias e R$300.000,00 (Trezentos Mil) para as manutenções necessárias.

 

 

O Projeto de Lei foi aprovado, tornando-se Lei Nº 5.220/2019. Agora o Poder Executivo tomará as providências para adequar as famílias que necessitam de apoio.