Eleita a Primeira Direção da Associação das Câmaras da Calha Norte

por Assessoria de Comunicação — publicado 03/08/2019 14h55, última modificação 14/10/2019 12h13
Colaboradores: Natan Batista
Câmara Municipal de Monte Alegre.
A Vereadora e Presidente da Câmara de Monte Alegre, France Vasconcelos, foi eleita a primeira Presidente da Associação das Câmaras Municipais da Sub-Região da Calha Norte – ASCANORTE.

A eleição para a primeira diretoria aconteceu no dia 24 de Julho, na cidade de Óbidos, durante o II Seminário "Calha Norte: Protagonismo para o Desenvolvimento Regional", que decidiu pela criação da ASCANORTE, onde os vereadores presentes também aprovaram seu Estatuto. Os membros também eleitos, que compõem a primeira diretoria, são: Nivaldo Aquino (Presidente da Câmara de Óbidos), como vice-presidente; Carlos Alberto Oliveira (Presidente da Câmara de Juruti), como Secretário, e Luiz Alberto Freire (Presidente da Câmara de Alenquer), como tesoureiro. Foram eleitos para o Conselho Fiscal Titular: Edson Guerra (Presidente da Câmara de Prainha), Joanyr Estumano (Presidente da Câmara de Oriximiná), Lucivaldo Lobato (Presidente da Câmara de Terra Santa). Para o Conselho Fiscal Suplente: Josinei Moraes de Castro (Presidente da Câmara de Curuá), Djalma de Souza (Presidente da Câmara de Faro), e Vando Luiz F. Santos (Presidente da Câmara de Almerim). 

Durante o Seminário, o Tribunal de Contas dos Municípios -TCM/PA teve sua participação com a presença da Controladora Taciana Saraiva que, a Convite das Câmaras, proferiu Palestra aos vereadores presentes no evento.

Dra. Taciana Saraiva, Controladora do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará - TCM/PA.

 

Início da jornada

 

No dia 30 de Maio ocorreu a o I Seminário, qual deu o ponta pé inicial da união entre as Câmaras que já vinha sendo discutida entre os parlamentares da Calha Norte. A eventualidade gerou o debate de uma série de demandas a serem sanadas para o desenvolvimento da sub-região, que há muito não tinha o suporte necessário dos Governos anteriores. As demandas listadas foram levadas e debatidas por uma comitiva de vereadores da Calha Norte junto ao Governo do Estado e Governo Federal em Belém-PA, entre os dias 24 a 26 de Junho do corrente ano.

Para a Presidente da Casa Legislativa de Monte Alegre e também da ASCANORTE, é um marco de um novo compromisso e luta.

“Unir e mobilizar a Calha Norte com o compromisso de lutar pelo seu desenvolvimento é, para todos nós, um desafio supremo para romper barreiras impostas há séculos a esta região por muitos governos. Ficamos isolados há muitas décadas e fomos esquecidos por vários governos. Para tentar sobreviver, os municípios desta região buscaram, individualmente, meios próprios, fizeram alianças políticas, buscaram compromissos de várias autoridades. Nessa luta individual, cada um enxergava apenas sua própria árvore; não conseguia ver a floresta e suas riquezas, sua complexidade, seu povo(Cada um por si e Deus por todos). Não poderia dar certo.

Hoje, admitindo nossas dificuldades individuais, reconhecendo nossas fraquezas, buscamos com nossos méritos a compreensão que nos faltava para propor e construir a união em torno do nosso objetivo maior: "o desenvolvimento socioambiental da Calha Norte". Foi o que fizemos na quarta-feira passada, dia 24 de julho, na cidade de Óbidos, ao criarmos a Associação das Câmaras Municipais da Sub-Região da Calha Norte (ASCANORTE). Hoje, nosso lema é “UM POR TODOS E TODOS POR UM”, fortalecendo nossa união, incentivando a solidariedade e promovendo a ASCANORTE como a entidade que coordenará esse processo.

A ASCANORTE será um instrumento político de luta unificada de todos os municípios da região na busca pelo nosso desenvolvimento socioambiental. Os dirigentes de todas as dez câmaras municipais da Calha Norte estão abraçados a esse compromisso, determinados a assumir o "protagonismo político regional" por uma causa que é maior e mais importante do que os interesses de qualquer partido. Na verdade, o convite é para todos os partidos, todos os prefeitos e à sociedade civil de todos os municípios.

Os presidentes das câmaras municipais, à unanimidade e por aclamação, deram-me a missão de "presidir" a ASCANORTE, nos próximos dois anos. Sei o tamanho do desafio assumido e estou determinada a vencê-lo. Nunca fui uma mulher covarde nem omissa. Eu prefiro errar por excesso de zelo, mas não por omissão. A missão foi assumida e já estamos na luta.”

- France Vasconcelos, Presidente da ASCANORTE.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.